Onde fazer documentos essenciais em SP

Confira as dicas do post e veja os locais que você pode se dirigir para fazer documentos em SP


Nada é mais importante e indispensável do que nossos documentos. As diversas combinações de números que temos que decorar nos acompanham onde quer que estivermos – e para o resto da vida.

Seja pra preencher um formulário pessoalmente ou pra fazer uma compra na internet, os campos pedindo o número do CPF ou do RG darão as caras. É inevitável.

Tem gente que gosta de andar com vários documentos já pra garantir que nada possa dar errado. Assim já dispensa a necessidade de gravar todas as sequências dos números na cabeça.

Já eu faço o contrário: prefiro memorizar os mais importantes pra sair com a menor quantidade de documentos possível. E como a minha CNH já tem CPF e RG, deixo ela na carteira e vou embora.

Eu faço isso pra evitar maiores transtornos, afinal, só quem já perdeu um documento sabe como é incômodo ir atrás de tudo novamente.

Mas sendo justo, quem é de São Paulo pode contar com os serviços do Poupatempo pra fazer a 2ª via da maioria dos documentos em um único local.

Na capital paulista, os cidadãos podem contar com esses postos de atendimento:


Onde fazer RG em SP

Não sei exatamente quando foi feita há mudança, mas acredito que já faz uns 20 anos que o RG é emitido pelo Poupatempo.

Quando fiz a minha primeira via, me lembro de ter ido a uma unidade de atendimento da Polícia Civil.

Mas hoje em dia, se você precisar de qualquer serviço relacionado ao RG, seja 1ª via ou 2ª via, faça um agendamento para o posto do Poupatempo mais próximo da sua casa ou do seu trabalho.

Somente lá será possível receber atendimento para a Carteira de Identidade.


Onde fazer carteira de trabalho em SP

A emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) fica por conta do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Quem precisa fazer a 1ª ou a 2ª via desse documento, pode se dirigir a uma agência do órgão, que mantém unidades de atendimento em todo o estado.

Além do MTE, também é possível fazer agendamento para carteira de trabalho no Poupatempo. A instituição também oferece atendimento para 1ª e 2ª da CTPS.


Onde fazer CNH em SP

O Detran-SP também mantém postos em todo o território paulista para atender aos cidadãos. Além dos atendimentos referentes a veículos, a instituição oferece uma série de serviços para a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Em complemento, o Poupatempo é outro órgão que realiza pendências da Carteira de Motorista. Quem precisa tirar 2ª via, fazer transferência, alterar dados, renovar a Habilitação, entre outras demandas, basta fazer um agendamento para CNH no Poupatempo e se dirigir ao posto escolhido.


Onde fazer CPF em SP

O CPF mudou muito de alguns anos pra cá. Aquele cartãozinho azul ainda é válido, porém, o sistema foi se atualizando ao longo do tempo.

Atualmente você pode dar entrada no CPF online, através do site da Receita Federal. Depois que ele for aprovado, é possível imprimir o cartão no seu computador.

Além da opção pela internet, você pode solicitar o CPF nas agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios.

Ao contrário do que muita gente pensa, o serviço de emissão do CPF não é feito pelo Poupatempo.


Onde fazer passaporte em SP

Chegando ao final da nossa lista de documentos essenciais, temos o passaporte. Este serviço é mais restrito, portanto, é realizado somente pela Polícia Federal Brasileira.

Para emitir seu 1º passaporte, solicitar a 2ª via ou tirar um documento novo, é preciso fazer o agendamento de passaporte na Polícia Federal. Somente com a reserva antecipada você garante o atendimento.

Uma dica importante para quem precisa de um passaporte é: faça o agendamento o quanto antes.

Muitas pessoas utilizam este serviço diariamente, portanto, pode ser difícil encontrar uma data mais próxima do que você precisa.

Onde fazer documentos essenciais em SP
5 (100%) 1 voto

Como funciona para tirar CNH categoria B

Veja neste texto o que você precisa fazer para tirar CNH categoria B; saiba também os veículos que podem ser guiados com essa modalidade de Habilitação, bem como o passo a passo para fazer as provas e os exames necessários


Se você está pensando em tirar a sua Carteira de Habilitação, ou mesmo mudar da categoria A para a B, saiba que é preciso ter uma atenção especial nesse ponto.

E para te ajudar na compreensão, vamos falar hoje sobre como funciona para tirar a CNH categoria B.

É importante ressaltar que, a partir do momento em que estiver com a sua Carteira, você deve guiar apenas os veículos que são permitidos pela modalidade indicada.

Dirigir uma moto com a CNH na categoria B, por exemplo, pode ser considerado como infração gravíssima, o que poderá trazer danos e dores de cabeça para a sua vida.


O que é possível dirigir com a CNH de categoria B

A categoria de CNH “B” é direcionada para que o motorista possa dirigir carros comuns. No entanto, existem outros modelos de veículos que também poderão ser conduzidos, dentro dessa categoria.

Confira agora o que o CTB – Código de Trânsito Brasileiro nos diz, com relação a categoria B.

Categoria B – condutor de veículo motorizado, não abrangido pela categoria A, cujo peso bruto total não exceda a três mil e quinhentos quilogramas e cuja lotação não exceda a oito lugares, excluído o do motorista.”

Uma das perguntas mais frequentes sobre a Habilitação de categoria B está relacionada à condução de Van. Afinal, uma pessoa que tem carteira B, pode conduzir van?

A resposta para isso é sim. No entanto, é preciso verificar a quantidade de lugares. Como vimos acima, não é permitido ultrapassar a quantidade de nove assentos.

Portanto, se você tem ou precisa dirigir uma van de até 9 lugares, pode realizar esta atividade tranquilamente com a sua CNH categoria B.

Agora, se passar disso, é preciso atualizar a sua carteira com outra categoria que permita realizar o transporte de um número maior de pessoas.

Além de vans e carros, como já estamos acostumados, a CNH categoria B também permite que os motoristas possam conduzir tratores de roda e equipamentos automotores destinados para a realização de trabalhos agrícolas, conforme indicado pelo artigo 144 do CTB.


Quais são os requisitos para fazer a CNH categoria B

Como funciona para tirar CNH categoria B

Especialmente para as pessoas que irão tirar a sua carteira de motorista pela primeira vez, é normal que surjam diferentes dúvidas com relação a este processo.

Até mesmo por isso, a pesquisa por informações corretas é grande.

Confira agora alguns dos principais requisitos, para que você consiga tirar a sua CNH na categoria B.

  • Saber ler e escrever;
  • Ter 18 anos completos.
  • Apresentar comprovante de residência, no mínimo dos últimos três meses no mesmo endereço.
  • Apresentar via original e cópia do RG e CPF, devendo estar em bom estado de conservação.

Quais são os procedimentos para fazer a CNH categoria B

Para obter a CNH na categoria B, você precisa se matricular uma autoescola, também chamada de Centro de Formação de Condutores (CFC).

A partir disso, serão marcados aulas, exames e provas para que você confirme que está apto a dirigir um veículo. Confira a ordem correta dessas etapas.

  1. Avaliação psicológica;
  2. Curso teórico prático;
  3. Exame teórico técnico;
  4. Aulas em simulador de direção veicular;
  5. Curso de prática de direção veicular;
  6. Exame de direção.

Assim que for aprovado em todos os exames e testes que deverão ser realizados, você poderá ter acesso a sua CNH B, depois de aguardar o período necessário.

É preciso que o aluno da autoescola realize os exames práticos em veículo próprio da instituição.

Para os alunos que reprovarem em alguma das avaliações, será necessário pagar uma nova taxa e realizar um novo exame, até que ele seja aprovado e demonstre aptidão para conseguir guiar corretamente um veículo.


Quanto tempo leva para tirar a CNH?

O aluno pode completar todos os procedimentos necessários para obter a sua CNH em um período de 3 a 4 meses, desde que seja aprovado nos exames e provas.

A partir da data em que for aprovado na prova prática, é preciso aguardar o período de cinco dias úteis para receber a CNH provisória, também conhecida como 1ª Habilitação ou Permissão para Dirigir.


O que acontece se o motorista for multado no período da Permissão para Dirigir da categoria B

É de extrema importância que o motorista que recebeu a sua carteira provisória não cometa nenhum tipo de infração no trânsito, pois pode ele correr o risco de perder a Carteira Provisória e ficar impedido de receber a CNH definitiva.

Isso poderá acontecer nas seguintes situações:

  • Se o motorista receber uma infração grave;
  • Se o motorista receber uma infração gravíssima;
  • Se o motorista receber mais de uma infração média.

Caso o motorista seja pego dirigindo veículo que não esteja de acordo com a sua categoria e permissão para direção, poderá receber uma infração gravíssima e penalidade de multa quando isso acontecer por duas vezes.

Em casos mais graves, o condutor pode até mesmo receber a medida administrativa de retenção do veículo até a correta apresentação de condutor habilitado.

No caso de receber uma multa, ela poderá atingir o valor de R$586,94. Este valor será o mesmo para todos os casos em que o motorista dirija um veículo ao qual não está corretamente habilitado, além de gerar 7 pontos na carteira.


Após obter a CNH “B”, quais são os procedimentos para obter a CNH das categorias C, D e E

Para que um motorista consiga tirar outras categorias de CNH, seja C, D ou E, é preciso antes de tudo que ele tenha primeiramente a carteira B para depois iniciar os procedimentos para outras modalidades.

Conforme informado pelo artigo 145 da CTB, é preciso cumprir no mínimo duas exigências para conseguir solicitar a alteração da categoria B para outra categoria na sua CNH: ser maior de vinte e um anos e já estar habilitado.

Para que você consiga dar entrada na sua solicitação e realizar todos os procedimentos conforme a exigência e necessidade de cada etapa, é preciso também verificar os valores das taxas de cada um dos procedimentos.

Caso você já tenha a Habilitação “A”, realize as etapas solicitadas pelo Detran e depois faça o agendamento CNH para adição de categoria.

Veja todos os procedimentos para adicionar uma nova categoria à sua Carteira de Motorista:


As informações foram úteis para você? Poderia avaliar o post com 5 estrelas ao final do texto? E se você tiver ideias, sugestões ou críticas sobre o post, deixe um comentário no final da página. Dessa forma podemos melhorar a qualidade do artigo.

Como funciona para tirar CNH categoria B
5 (100%) 1 voto

Como fazer agendamento para RG no Espírito Santo

Pela Internet, o agendamento RG Espírito Santo pode ser feito de modo rápido e fácil e você leva poucos segundos para isso


O principal documento de identificação do cidadão brasileiro é a Carteira de Identidade, popularmente chamada de RG – Registro Geral.

Apesar de ser um serviço da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), existem órgãos públicos que trabalham em parceria com a corporação, como a Casa do Cidadão e o Faça Fácil.

É através dos sites dessas instituições que você deve agendar data e horário de atendimento. Veja como funciona.


Agendamento RG Espírito Santo – Casa do Cidadão

Se você está em Vitória, é possível fazer o agendamento RG Espírito Santo pela página oficial da Casa do Cidadão. Basta seguir os passos que vamos mostrar:

1️⃣ Acesse o site oficial da Casa do Cidadão;

2️⃣ Selecione a categoria “Documentos”;

3️⃣ Em seguida, selecione o serviço “Carteira de Identidade”;

4️⃣ Clicando no botão “Próximo”, você visualiza a seção para escolher a unidade de atendimento;

5️⃣ Escolha o posto de atendimento e clique no botão “Próximo”;

6️⃣ Em seguida, você vai precisar preencher os seguintes campos:

  • Data
  • Hora
  • Tipo de documento
  • Número do documento
  • Telefone
  • E-mail
  • Nome

7️⃣ Para confirmar o agendamento, clique no botão “Agendar”.

Lembre-se de imprimir o comprovante de agendamento para levar no dia do atendimento.

Se não puder fazer a impressão, anote os dados do protocolo para apresentar no posto de atendimento.

Vale lembrar que existe uma tolerância de 15 minutos. Caso você não chegue a tempo, só será possível fazer um novo agendamento após 15 dias.

Portanto, é importante se programar para evitar atrasos.


Agendamento RG Espírito Santo – Faça Fácil

RG Espírito Santo

Outra instituição que também atua em parceria com a PCES para a emissão de RG é o Faça Fácil. O órgão atende aos cidadãos de Cariacica que precisam tirar a Carteira de Identidade.

Veja o passo a passo para agendar um horário:

1️⃣ Acesse o site oficial do Faça Fácil;

2️⃣ Clique no link indicado em “Para realizar o agendamento, clique aqui”;

3️⃣ Na tela que será aberta, selecione a opção “Carteira de Identidade”;

4️⃣ Há um menu no lado esquerdo da página. Para prosseguir com o agendamento, você precisa fazer um cadastro. Basta informar CPF, sua data de nascimento e clicar em “Entrar”;

5️⃣ Em seguida, você precisa preencher os dados solicitados:

  • Nome
  • CPF
  • E-mail
  • Confirmação de e-mail
  • Telefone
  • Celular
  • Data de nascimento
  • Caracteres de confirmação

6️⃣ Após concluir o cadastro, você verá uma tela com as datas e horários para agendar um atendimento;

7️⃣ Selecione aquele que melhor se adequa às suas necessidades;

8️⃣ Será aberta uma mensagem perguntando se você quer realmente selecionar este horário. Caso esteja tudo certo, clique em “Sim”;

9️⃣ Na tela seguinte, clique no botão “Confirmar” para concluir o agendamento;

Anote o número da senha que foi gerada. Ele é indispensável para que você possa ser atendido no horário em que agendou.


Agendamento RG Espírito Santo – outras cidades

Se você não está em Cariacica ou em Vitória, pode procurar um posto da Polícia Civil mais próximo para emitir o RG Espírito Santo.

Além disso, você pode se dirigir a outras unidades do Estado que também emitem o documento, mas que não solicitam o agendamento.

Serra – Shopping do Povo

Endereço: Av. Norte Sul, s/nº – Civit II – Serra/ES.

Telefone: (27) 3328-7020

Viana – Centro Integrado de Cidadania

Endereço: Av. Guarapari, s/nº – Caxias do Sul.

Telefone: (27) 3396-0494

Vila Velha – Boulevard Shopping

Endereço: Rodovia do Sol, 500, Itaparica, Vila Velha.

Telefone: (27) 3229-8083


Documentos para fazer Carteira de Identidade no Espírito Santo

Os documentos abaixo devem ser apresentados na versão original ou cópia autenticada:

✅ 1 foto 3×4 (essa fotografia deve ser atual e o fundo tem que ser claro. A foto também pode ser colorida ou no formato preto e branco. Além disso, o papel deve ser liso e brilhante);

✅ Certidão de nascimento (para solteiros) ou certidão de casamento (para casados);

✅ Certificado de naturalização (para estrangeiros);

✅ Comprovante de pagamento (somente para 2ª via);

✅ CPF (somente se você quiser que o número do CPF seja registrado na Identidade).


Taxa para fazer RG no Espírito Santo

Conforme a Lei Civil 12.687/2012, o serviço para 1ª via do RG deve ser fornecido gratuitamente em todo o país.

Qualquer pessoa que tenha Identidade emitida em outro estado e vai fazer o documento no Espírito Santo, deve solicitar o atendimento para a primeira via. Logo, não é necessário pagar a taxa.

Já aqueles que precisam fazer a 2ª via do RG devem quitar a taxa, com exceção dos casos a seguir que possuem isenção do pagamento:

⚫️ Aposentado e pensionista que recebe até 3 salários mínimos;

⚫️ Cidadão que recebe até 3 salários mínimos ou que está desempregado;

⚫️ Cidadão que teve a Carteira de Identidade furtada ou roubada;

Prazo para a Carteira de Identidade no Espírito Santo ficar pronta

🔵 1ª via do RG: até 20 dias úteis

🔵 2ª via do RG: até 20 dias úteis


As informações foram úteis para você? Poderia avaliar o post com 5 estrelas ao final do texto? E se você tiver ideias, sugestões ou críticas sobre o post, deixe um comentário no final da página. Dessa forma podemos melhorar a qualidade do artigo.

Como fazer agendamento para RG no Espírito Santo
5 (100%) 1 voto

Serviços em Santo Amaro

O bairro de Santo Amaro fica localizado na zona sul de São Paulo, e teve sua fundação registrada em meados de 1680.

Com mais de 60 milhões de habitantes, a região é formada por setores residenciais, inúmeros comércios e milhares de prestadores de serviços.

Por falar em serviços, um dos pontos do bairro mais utilizados pelos cidadãos é o Poupatempo Santo Amaro.

Neste local é possível emitir documentos como RG, Carteira de Habilitação (CNH), Carteira de Trabalho, entre outros.

Para chegar ao posto, é possível utilizar o metrô e desembarcar na estação Largo Treze.


Largo Treze de Maio em Santo Amaro

Quem mora em São Paulo sabe que o Largo Treze de Maio é um dos mais importantes locais de compras da cidade.

A região abriga centenas de lojas de roupa, lojas de acessórios para celular, óticas, lojas de departamento, lojas de móveis, lojas de eletrônicos, aviamentos, shopping e muito mais.

Uma curiosidade que poucos sabem: treze de maio de 1888 é considerada a data oficial da abolição da escravatura no Brasil.

O local leva esse nome como uma referência a esse acontecimento histórico.


Escolas e faculdades em Santo Amaro

Mas Santo Amaro tem ainda mais a oferecer. O bairro possui uma estrutura educacional poucas vezes vista em outros lugares da capital paulista.

Segundo o site Wikipedia, o bairro conta também com:

  • 5 bibliotecas
  • 7 casas de cultura
  • 20 escolas estaduais de ensino médio
  • 41 escolas particulares de ensino médio
  • 26 escolas municipais de ensino fundamental
  • 65 escolas particulares de ensino fundamental
  • 4 universidades
  • 8 faculdades

Hospitais em Santo Amaro


Na área da saúde, Santo Amaro se destaca por concentrar clínicas médicas, clínicas de fisioterapia e hospitais de referência.

Estão instalados no bairro, centros hospitalares como Santa Casa de Santo Amaro, Hospital Santo Amaro, Hospital Regional Sul, Hospital Next, Santa Casa de Misericórdia, Centro Médico Santo Amaro, Hospital Alvorada, entre outros.


Metrô em Santo Amaro

O bairro é muito bem atendido quando o assunto é o transporte sobre trilhos. Além da já mencionada estação Largo Treze, Santo Amaro conta ainda com as paradas Alto da Boa Vista e Brooklin, todas da linha 5-lilás.


Como é formado o distrito de Santo Amaro

Mapa de Santo Amaro

Esses são todos os bairros que abrangem o distrito de Santo Amaro:

  • Alto da Boa Vista
  • Chácara Flora
  • Chácara Japonesa
  • Chácara Monte Alegre
  • Chácara Pouso Alegre
  • Chácara Santo Antônio
  • Chácara São Luís
  • Granja Julieta
  • Jardim Bela Vista
  • Jardim Caravelas
  • Jardim Cedro do Líbano
  • Jardim Cordeiro
  • Jardim Dom Bosco
  • Jardim Dom José
  • Jardim dos Estados
  • Jardim Heliomar
  • Jardim Hípico
  • Jardim Internacional
  • Jardim Petrópolis
  • Jardim Promissão
  • Jardim Santo Amaro
  • Jardim Santo Antônio
  • Santo Amaro
  • Várzea de Baixo
  • Vila Cruzeiro
  • Vila Elvira
  • Vila União
Serviços em Santo Amaro
5 (100%) 1 voto

Como fazer RG em Mato Grosso

Neste artigo nós explicamos o passo a passo para fazer RG Mato Grosso; veja também os documentos necessários para emitir o documento e consulte o valor da taxa


A carteira de identidade mais conhecida como RG – Registro Geral é o principal documento de identificação usado em território nacional.

Por esta razão você descobre nesse texto como fazer carteira de identidade em Mato Grosso.


Passo a passo para fazer agendamento de RG em Mato Grosso

Como fazer RG em Mato Grosso

A emissão do RG em Mato Grosso é de responsabilidade da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso – SESP.

O órgão oferece o serviço de agendamento online para o cidadão reservar um horário de atendimento para emitir a Identidade.

Veja como agendar:

1. Acesse a página da SESP do Mato Grosso.

2. Logo ao entrar no portal, você vai visualizar diversos serviços que entidade oferece, o primeiro deles é “Documento de Identidade”.

3. Na nova página, haverá duas opções:

A primeira é “Consultar Pedido de RG”, que permite acompanhar a situação atual da confecção da sua Carteira de Identidade. Essa opção exige a digitação do número do protocolo que você recebe quando faz a solicitação do RG.

A segunda alternativa e a que deve interessar a você no momento é a de “Solicitar RG”.

Esse serviço dispõe de um pré-cadastro necessário para agilizar o seu atendimento para emitir a primeira ou a segunda via da Carteira de Identidade Mato Grosso.

4. Após clicar em “Solicitar RG”, é exibido um formulário para preencher seus dados pessoais, bem como data e horário para o atendimento da Carteira de Identidade Mato Grosso.

É imprescindível que você insira todos os dados com o máximo de cuidado possível, pois erros podem futuramente gerar algum tipo de transtorno.

5. Quando finalizar o processo, clique em “Cadastrar”.

Após essa etapa, serão apresentados os documentos que você deverá levar no dia do atendimento.


Documentos para fazer RG em Mato Grosso

Entre os documentos que você precisa apresentar para fazer o RG estão:

  • Certidão de Nascimento (se você for solteiro/solteira)
  • Certidão de Casamento (se for casado/casada no civil)
  • Uma foto 3X4 (com sua aparência atual); o fundo deve ser branco e você precisa estar vestido/vestida com roupas que não deixem a região do colo descobertas, como regatas ou blusas tomara que caia.

Os cidadãos solteiros, casados e viúvos deverão apresentar a Certidão original e legível ou uma cópia autenticada por tabelionato.

Para pessoas que são separadas judicialmente e divorciadas, será solicitado Certidão de Casamento original e legível com a respectiva averbação ou cópia autenticada por tabelionato

Quanto aos naturalizados, a Certificado de Naturalização Brasileira deve seguir os mesmos parâmetros das outras certidões, ou seja, deve ser original e legível ou cópia autenticada por tabelionato.

Como fazer RG em Mato Grosso com número do CPF

Se você quiser incluir o número do Cadastro de Pessoa Física no RG, leve seu CPF ou um documento da Receita Federal no dia do atendimento. Dessa forma, a inclusão do número será feita na sua Identidade.


Pagamento da carteira de identidade em Mato Grosso

A primeira via não exige que o cidadão faça pagamento de nenhum valor, no entanto, para a emissão da segunda via RG Mato Grosso, é necessário pagar uma taxa de R$ 68,15.

Vale lembrar que essa quantia pode passar por alterações conforme o valor vigente da UPF.

Lembre-se de levar o comprovante de pagamento no dia do atendimento para emitir a Identidade.


Locais da Politec para fazer Identidade

Fazer RG Mato Grosso

A Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso, que é o órgão emissor do RG, tem diversas unidades espalhadas pelo estado, como os postos da Politec MT.

Quando você realiza o pré-cadastro no site da SESP, já é possível verificar em qual local deve levar a documentação.

No portal da SESP Mato Grosso você pode consultar a informação sobre as unidades que emitem a Identidade.

Neste site, você tem a possibilidade de fazer a consulta pelo nome da unidade ou pelo munícipio.

Desse modo, é possível descobrir quais são unidades mais próximas, além dos telefones para contato.


Como consultar a situação do RG MT

Para consultar se o seu RG está pronto, basta seguir as orientações:

1 Acesse a página da SESP de Mato Grosso.

2 Na página inicial do site, clique na opção “Documento de Identidade”.

3 Em seguida, clique em “Consultar Pedido de RG”.

4 Digite o número de protocolo para realizar a consulta.


Como retirar a nova via carteira do RG em Mato Grosso

O RG Mato Grosso pode ser retirado pelo próprio cidadão solicitante ou por outra pessoa. Se você mesmo for buscar o documento, basta apresentar o protocolo do atendimento.

Para que um terceiro possa pegar sua Carteira de identidade, além de portar o protocolo, ele também precisa estar com um documento de identificação civil com foto.


As informações foram úteis para você? Poderia avaliar o post com 5 estrelas ao final do texto? E se você tiver ideias, sugestões ou críticas sobre o post, deixe um comentário no final da página. Dessa forma podemos melhorar a qualidade do artigo.

Como fazer RG em Mato Grosso
5 (100%) 1 voto

Como funciona para tirar CNH categoria A

Neste artigo nós explicamos como funciona para tirar CNH categoria A; veja o passo a passo do processo e saiba também o que você precisa fazer caso queira adicionar uma nova categoria na sua Habilitação


Para muitas pessoas é um verdadeiro sonho, e para outras já é uma grande necessidade ter a carteira de motorista.

Independentemente da situação, é normal surgir algumas dúvidas durante esse processo, especialmente para aquelas pessoas que irão fazer a Habilitação pela primeira vez.

E por isso, vamos mostrar hoje as principais informações para você entender quem pode tirar a CNH categoria A.

É preciso saber corretamente qual a sua necessidade, para que seja possível adquirir a carteira de motorista de acordo com aquilo que você precisa, podendo ser para passeio ou mesmo para o trabalho.

Ter a categoria de CNH adequada é importante especialmente para não infringir nenhuma lei. E no caso de dirigir um veículo sem a carteira correta, pode ser considerado como infração gravíssima.


O que é possível dirigir com a CNH de categoria A

De acordo com o art. 143 do CTB – Código de Trânsito Brasileiro – a carteira de motorista obtida na categoria “A” pode guiar os veículos que possuam duas ou três rodas, como é o caso de motocicletas, ciclomotores, motonetas e também os triciclos.

Na Câmara dos Deputados existe um projeto de lei, para que sejam criadas subcategorias para que o condutor possa ter acesso a apenas determinado tipo de motocicleta.

A categoria A poderá ser classificada de três modos, sendo A1, A2 e A3. Para as motocicletas de até 300 cilindradas é A1, para até 700 cilindradas A2, e A3 para todas as motos, independentemente da cilindrada que possuem.


Requisitos para fazer a CNH categoria A

Para que você possa dar entrada e conseguir adquirir o conhecimento necessário para dirigir a sua moto, é preciso realizar algumas etapas indispensáveis.

Confira agora quais são os principais requisitos para conseguir tirar a sua Habilitação categoria A:

  • Ser brasileiro;
  • Ter mais de 18 anos;
  • Saber ler e escrever;
  • Possuir documento de identidade (RG);
  • Possuir CPF;
  • Realizar a solicitação para a categoria desejada no órgão relacionado ao direitos e deveres do trânsito, da cidade em que reside.

Procedimentos para fazer a CNH categoria A

Como funciona para tirar CNH categoria A

É preciso participar das aulas em uma motoescola que seja devidamente qualificada pelo Contran do seu estado.

A partir disso, o cidadão deve realizar as provas teóricas e práticas para comprovar a obtenção dos conhecimentos necessários, e assim, adquirir a habilitação para dirigir.

Além das provas, é preciso realizar também exames como, por exemplo, o exame psicotécnico, para comprovar o estado regular de sua saúde.


Quanto tempo leva para a CNH categoria A ficar pronta

Como explicado acima, existem diferentes procedimentos que são necessários para que uma pessoa possa iniciar e concluir todos os processos necessários para receber a carteira de habilitação.

É preciso realizar todas as aulas teóricas e práticas, bem como os exames teóricos e práticos. Todas essas atividades podem sem concluídas em um período de 3 a 4 meses.

Caso seja aprovado, o condutor recebe a carteira provisória, também conhecida como Permissão para Dirigir.

Após o término do período da Permissão, que corresponde a 1 ano, finalmente o Detran emite a CNH definitiva.

A partir da data da emissão da carteira definitiva, o motorista deve fazer a renovação Habilitação deverá ser renovada a cada cinco anos.


O que acontece se o motorista for multado no período de Permissão para Dirigir?

Existe uma grande importância de que você dirija apenas o veículo que está habilitado, com a correta descrição em sua CNH.

Esta obrigatoriedade se encontra presente no Código Brasileiro de Trânsito (CTB), e caso seja descumprida, é considerada como multa gravíssima, que pode trazer diversos transtornos, incluindo até mesmo a suspensão da Habilitação, além de uma multa em alto valor.


Após obter a CNH A, quais são os procedimentos para a pessoa obter a CNH categoria B

Após receber a Habilitação categoria A definitiva, você pode iniciar os procedimentos para fazer a adição de categoria CNH, no caso a modalidade B.

Agora vamos mostrar a você quais são os passos necessários para obter a CNH na categoria B depois de adquirir a categoria A:

  • Dar entrada da sua solicitação na autoescola apresentando os documentos necessários. Assim que esta primeira etapa for concluída, os exames e curso já serão agendados, pelo profissional responsável.
  • Apresentação do comprovante de residência atual (de preferência últimos 3 meses)
  • Realizar o exame psicotécnico com um psicólogo que seja credenciado pelo DETRAN.
  • Realizar exame médico, através de junta médica que seja credenciado pelo DETRAN.
  • Realizar curso prático de direção veicular de 15 horas, para a categoria B, que é a categoria desejada.
  • Realizar o teste final para comprovar as habilidades de direção. O teste deverá ser realizado em pátio próprio e vias públicas.

Agora que você já sabe quais são os principais procedimentos e como deve solicitar a sua CNH, já pode se preparar para adquirir este documento de acordo com as normas do seu estado, e assim, poder dirigir por aí aproveitando mais o tempo para passear com alguém, ou mesmo para trabalhar e ter mais oportunidades para você.

As informações foram úteis para você? Poderia avaliar o post com 5 estrelas ao final do texto? E se você tiver ideias, sugestões ou críticas sobre o post, deixe um comentário no final da página. Dessa forma podemos melhorar a qualidade do artigo.

Como funciona para tirar CNH categoria A
5 (100%) 1 voto

Todas as categorias de CNH no Brasil

Neste artigo nós esclarecemos todas as dúvidas sobre as categorias CNH no Brasil; confira as regras para emitir cada Habilitação e veja as diferenças entre as modalidades


Para quem tem o desejo de investir na Carteira de Motorista, é importante conhecer as diferentes etapas e processos necessários para emitir este documento e ter o direito de dirigir um carro, moto, veículo de transporte, caminhão, ônibus, entre outros.

Sendo assim, uma das principais informações que você deve conferir está relacionada às categorias de CNH no Brasil.

E para que você possa entender e saber qual Carteira de Habilitação irá atender melhor à sua necessidade, vamos apresentar para você as principais diferenças dentre elas.


Qual a importância de obter a CNH de acordo com a categoria correta

Todas as categorias de CNH no Brasil 2018

A CNH – Carteira Nacional de Habilitação – é um documento que confere ao cidadão o atestado necessário para comprovar que ele está apto para conduzir um determinado modelo de veículo, de acordo com a categoria selecionada.

Este documento apresenta o número do RG-Carteira de Identidade e também do CPF do portador, assim ela pode ser utilizada em todo o território nacional quando for necessária a identificação da pessoa.

Com relação à solicitação de uma das categorias da Carteira de Habilitação, é preciso ter primeiro a categoria A, B, ou mesmo AB para que possa seguir e solicitar outras modalidades.

Para solicitar a adição da CNH para outras categorias como C, D ou E, é preciso que o condutor esteja habilitado há no mínimo um ano na categoria anterior e pelo menos um ano de habilitação na categoria B.

Qualquer pessoa a partir de 18 anos de idade poderá ter acesso e obter a primeira CNH.

Para isso, é necessário procurar uma unidade do Departamento de Trânsito (o DETRAN) na cidade em que reside e obter mais informações para verificar os processos necessários para adquirir este documento.


Diferenças entre as categorias de CNH

Uma vez que existem diferentes modelos de veículos, é importante que o motorista possa aprender qual o sistema e as principais funcionalidades dos automotores para que consiga dirigir corretamente.

E para isso, existem diferentes letras e códigos da Habilitação, sendo A, B, C, D, F, ACC E MOTOR-CASA. Vamos conhecer a diferença de cada uma delas.

CNH categoria A

Para a CNH categoria A é permitida a condução dos veículos motorizados de duas ou três rodas, podendo ter ou não um carro lateral como, por exemplo, Motocicleta ou ciclomotor.

CNH categoria B

No caso da CNH categoria B é permitida a condução de veículos automotivos, desde que o peso bruto total não ultrapasse 3500kg ou ainda, que a lotação do mesmo não exceda a 08 lugares, isso sem contar com o lugar do motorista.

CNH categoria C

Existe ainda a CNH categoria C que é disponibilizada para os transportes de carga, desde que o peso não ultrapasse também a 3500kg.

Essa categoria é específica para trator de roda, trator de esteira, trator misto e também outros equipamentos de automotor, que são destinados para a movimentação de carga.

CNH categoria D

A Habilitação categoria D é destinada para ônibus e micro-ônibus e para isso, é importante que atenda a alguns requisitos, como ser utilizado no transporte de passageiros cuja lotação seja superior do que 08 passageiros, excluindo o motorista.

Neste caso para a utilização e condução do ônibus pode ser tanto para ônibus de linha, que seria o transporte coletivo, como ônibus fretado, que é exclusivo de uma determinada empresa.

As vans também se encaixam nesta categoria.

CNH categoria E

Para os veículos que possuem reboques acoplados, é destinada a Carteira de Motorista categoria E.

Neste caso, existe a necessidade de ter um veículo com a combinação de diferentes unidades, como a unidade que se enquadra nas categorias B, C ou D, desde que a unidade acoplada seja reboque ou semirreboque, seja articulada e tenha 6.000kg no seu peso bruto total.

Na categoria E também podemos encontrar o trailer como modelo de veículo.

CNH Categoria ACC

A resolução CONTRAN nº 315/2008 estabelece a equiparação dos veículos que são cicloelétricos aos veículos ciclomotores.

E para poder dirigir veículos como estes, é preciso adquirir a carteira na categoria “ACC”. É entendido como veículo ciclo-elétrico todo o veículo automotivo que possua duas ou até mesmo três rodas e que seja provido de motor de propulsão com a potência máxima de 4KW.

Um dos maiores objetos de desejo de muitas pessoas que tem o desenho de viajar pelo mundo e especialmente, aquelas que adoram dirigir por novos destinos, é o motor-casa ou “motor home”, como também pode ser conhecido.

CNH para motor home

Para poder dirigir um veículo deste modelo, é preciso ficar atento às principais exigências do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Para motor home de até 6 toneladas, pode ser utilizada a CNH categoria B.

Acima de 6 toneladas, deverá ser a categoria C, e caso o veículo tenha acima de 8 passageiros, poderá ser necessário tirar a Habilitação categoria D.

Agora que você já tem as principais informações sobre as categorias de CNH, está preparado para verificar qual a modalidade irá melhor se enquadrar na sua necessidade, e a partir disso, fazer a solicitação correta para este documento.


As informações foram úteis para você? Poderia avaliar o post com 5 estrelas ao final do texto? E se você tiver ideias, sugestões ou críticas sobre o post, deixe um comentário no final da página. Dessa forma podemos melhorar a qualidade do artigo.

Todas as categorias de CNH no Brasil
5 (100%) 1 voto

Como fazer agendamento no TRE-SP

Acompanhe neste post as orientações para fazer agendamento TRE SP; veja como marcar um atendimento para fazer biometria eleitoral e outros serviços


Em anos de eleição, é natural que a procura pelo agendamento no TRE-SP seja maior. Milhares de pessoas precisam regularizar a situação do título eleitoral e, além disso, 85 cidades paulistas também estão realizando o cadastramento biométrico.

Em paralelo, o órgão também executa demandas relacionadas à segunda via do título de eleitor, revisão de dados, transferência de domicílio eleitoral, pagamento de multa, entre outros.

Os atendimentos variam de acordo com o posto do TRE, portanto, antes de agendar, é recomendável consultar se a unidade que você pretende se dirigir oferece o serviço desejado.

O processo para agendar um horário é simples, e pode ser feito pelo site do TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Entenda como funciona o passo a passo.


Agendar atendimento pelo site do TRE-SP

Como fazer agendamento para o TRE-SP

Para iniciar o agendamento no TRE-SP, você vai precisar do número do seu título de eleitor. Com os dados em mãos, acesse o site pelo endereço www.tre-sp.jus.br e clique na opção “Agendar Biometria”. Em seguida, clique em “Agende Aqui”;

* Nota: embora o site direcione para a seção de agendamento da biometria, os postos realizam outros atendimentos, como você poderá conferir mais abaixo.

Na tela seguinte, você deve clicar em “Solicitar Agendamento” e escolher uma das três opções disponíveis de identificação pelo título de eleitor:

  • Tenho e sei o número
  • Não tenho
  • Tenho mas não sei o número

Para continuar, selecione se você requer acessibilidade, digite os caracteres da imagem e clique em “Avançar”.

Nos próximos passos, informe o seu endereço, telefone e e-mail de contato. Antes de concluir o agendamento, escolha um posto de sua preferência. Ao selecionar, o site avisa quais são os serviços realizados por aquela unidade. Os atendimentos mais comuns são:

  • Biometria para emissão da 1ª via do título de eleitor
  • Segundo via do título de eleitor
  • Revisão de dados
  • Transferência de domicílio eleitoral
  • Pagamento de multa por ausência às urnas
  • Emissão de quitação eleitoral

Após escolher o posto, informe uma data e um horário e clique em “Agendar”.

Realizando esses procedimentos, você terá reservado uma data para ser atendido (a). Na tela seguinte, serão exibidas as informações sobre o agendamento, o protocolo e os documentos necessários.

Anote ou imprima o número do protocolo, bem como a data e horário, pois eles deverão ser informados ao atendente do TRE-SP no dia do atendimento.


Documentos para fazer a biometria eleitoral no TRE-SP

Veja a lista dos itens necessários para fazer o cadastramento biométrico no TRE-SP:

Documento de identificação com foto (original) –RG e Passaporte. Deve estar no prazo de validade, ser legível, conter o nome atual, sem abreviaturas, inclusive com relação à filiação.  A CNH não é aceita para a emissão da 1ª via do título eleitoral.

Título de eleitor atual (se tiver) – original

Comprovante de residência – conta de água, luz, telefone ou gás, envelopes de correspondência, nota fiscal, contracheque ou cheque bancário que mostre o endereço. Caso o eleitor resida com os pais, é possível apresentar um comprovante em nome deles. O comprovante não será aceito caso tenha sido emitido há mais de 3 meses

Comprovante de quitação do serviço militar (para homens de 18 a 45 anos) – apenas se o cidadão também for fazer o 1º título de eleitor


Como cancelar o agendamento no TRE-SP

Se você agendar um atendimento e não comparecer ao posto, o agendamento é cancelado automaticamente. Aí será necessário fazer uma nova reserva.

Caso você tenha agendando, mas não vai poder se dirigir à unidade, o TRE-SP recomenda fazer o cancelamento. Assim você pode liberar a data para outra pessoa.

Para cancelar, é necessário realizar acessar o site do TRE-SP e clicar em “Agendar Biometria”. Em seguida, clique em “Agende Aqui”. Na próxima tela, você deve clicar na opção “Acompanhar ou cancelar agendamento”.

Agora é preciso informar o número do protocolo ou do título de eleitor. Digite também seu nome, a data de nascimento e o nome de sua mãe. Para continuar, informe os caracteres exibidos na imagem e clique em “Confirmar”.

Na tela seguinte, clique em “Cancelar Agendamento”. Uma caixa de mensagens será exibida como a seguinte mensagem: “Confirma o cancelamento do agendamento?”. Clique em “Ok” para confirmar.

Ao executar essa operação, o agendamento estará cancelado.

Como fazer agendamento no TRE-SP
5 (100%) 1 voto

Agendamento para adição de categoria de CNH em SP

Acompanhe neste post as informações para fazer agendamento adição categoria CNH SP; veja também quais são os requisitos para adicionar as categorias A, B, C, D e E à Habilitação


Se você já possui a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e precisa acrescentar uma nova categoria à sua licença para dirigir, saiba que este artigo foi idealizado para te ajudar.

Nós vamos te orientar e mostrar como funcionam os trâmites para atualizar sua Carteira de Motorista através do Poupatempo.

O texto inclui o passo a passo para agendar um horário de atendimento, bem como as exigências para que a nova categoria da CNH seja efetivada no documento.


Condições para solicitar a adição de categoria na CNH

Atente-se às seguintes informações e condições para solicitar a inclusão de uma nova categoria de CNH.

CNH categoria A

Para fazer a CNH categoria A, você precisa:

  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Realizar curso preparatório.

CNH categoria B

Para fazer a CNH categoria B, você precisa:

  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Realizar curso preparatório.

CNH categoria C

  • Ter Habilitação categoria B por pelo menos um ano;
  • Não cometer uma infração grave ou gravíssima ou mais de uma infração média nos últimos 12 meses.

CNH categoria D

  • Ter idade de 21 anos;
  • Ter Habilitação categoria B por pelo menos dois anos ou Habilitação da categoria C por pelo menos um ano;
  • Não cometer uma infração grave ou gravíssima ou cometer uma infração média nos últimos 12 meses.

CNH categoria E

  • Ter Habilitação categoria C por pelo menos um ano;
  • Não cometer uma infração grave, gravíssima ou cometer mais de uma infração média nos últimos 12 meses.
  • Obter aprovação em curso veicular especializado de acordo com área de atuação do condutor.

Restrições na CNH

Se o motorista tiver Carteira de Habilitação que foi cassada ou mesmo suspensa, ele deve regularizar a condição do documento antes de dar entrada no pedido de adição de uma nova categoria. No caso de infrações auto-suspensivas, não é possível fazer a adição.

Prazo de validade da CNH

A solicitação só deve ser feita para habilitações que estejam dentro do prazo de validade.

Aulas práticas

Para a CNH de categoria A ou B, o condutor deve completar 20 horas de aulas práticas na autoescola de sua preferência. Além disso, também é necessário ser aprovado na prova prática de direção.

Cursos de especialização

Para a condução de transporte escolar (CNH categoria D) ou mesmo de cargas perigosas (CNH categoria E), o motorista precisa realizar cursos de especialização, para somente então conseguir adicionar esta categoria em sua Habilitação.


Agendamento para adição de categoria de CNH Poupatempo

Agora que mostramos as regras para adicionar uma categoria na CNH, chegou o momento de explicar como funciona o agendamento de Habilitação no Poupatempo.

Se você já atende todos os requisitos para alterar a sua Habilitação, agora basta marcar uma data e um horário para ser atendido (a) em uma das unidades do programa.

Quem já utilizou os serviços do site oficial não precisa se cadastrar novamente. Por outro lado, se a pessoa vai usar o atendimento pela primeira vez, é necessário fazer um rápido cadastro.

Veja como funciona.

Cadastro no Poupatempo

1. Acesse o site oficial do Poupatempo através do endereço www.poupatempo.sp.gov.br.

2. No topo do site, no lado direito, localize um botão vermelho escrito ‘entre ou cadastre-se’.

3. Ao clicar neste botão, será aberto um pop-up solicitando CPF e senha; por ser o primeiro acesso, clique no botão ‘cadastre-se’.

4. Você será redirecionado para uma nova aba, onde serão solicitados seus dados pessoais; preencha-os adequadamente e prossiga.

5. Em seguida, uma nova página abrirá pedindo que você confirme os seus dados.

6. Na próxima tele, você deverá informar um e-mail válido para receber um link de confirmação de conta.

7. Espere alguns minutos e entre no seu e-mail; caso a mensagem do Poupatempo não estiver na caixa de entrada, confira a caixa de spam.

8. Após receber o e-mail, clique no link de confirmação; você será redirecionado a uma página dentro do site do Poupatempo, solicitando a confirmação da sua senha de acesso.

Realizando esses procedimentos, você já estará cadastrado no site e apto a fazer qualquer agendamento.

Agendamento CNH Poupatempo

Adição categoria CNH SP

Agora você verá como é possível realizar o agendamento no posto de atendimento mais perto de você.

1. Entre no site do Poupatempo.

2. Clique no botão vermelho com as inscrições ‘entre ou cadastre-se’.

3. Como você já está cadastrado (a), pode acessar usando o seu CPF e a senha cadastrada no site.

4. Você será direcionado (a) para a sua homepage dentro do site do Poupatempo.

5. No lado direito da tela você verá a inscrição ‘Próximo Agendamento’; neste mesmo local, logo abaixo, clique na opção ‘Novo Agendamento’.

6. Na página seguinte, clique na opção CNH – 1° habilitação, reabilitação de permissionário, adição/mudança de categoria’.

7. Procure por local ou pela data mais próxima, lembrando que é sempre melhor optar pelo posto de atendimento mais perto de você.

8. Escolha o posto de atendimento; se não souber qual fica mais próximo de você, insira o seu CEP.

9. Selecione o local, a data e também o horário para o atendimento.

10. Na página seguinte, você poderá confirmar todas estas informações e dar prosseguimento ao agendamento.

11. Para finalizar, clique em “confirmar o agendamento”; depois é só aguardar o e-mail de confirmação com as informações do agendamento e o número do protocolo.


Taxas para adição de categoria da CNH

Consulte a página de taxas de CNH para saber quanto você pagará pelo serviço.

Todas as taxas devem estar registradas no CPF do motorista que está solicitando a adição da categoria.

Além disso, caso seja reprovado no exame prático, o condutor deve efetuar novo exame e pagar novamente a taxa.


Documentos para adição de categoria da CNH

Adição categoria CNH SP

Existem três categorias de documentos que devem ser apresentados no momento de solicitar a adição de categoria CNH. Veja a relação.

Documentos obrigatórios

  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH) – original e sua cópia simples.
  • Comprovantes de Endereço – somente no caso de haver alguma mudança no cadastro.
  • Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) – original e cópia simples, solicitado apenas a estrangeiros.

Documentos para casos específicos

  • Boletim de Ocorrência (B.O) – cópia simples e original.
  • Guia de Apreensão/Recolhimento – apenas original.
  • Credencial – original e cópia simples.
  • Ofício – só é aceito a original.
  • Laudo Toxicológico – original.
  • Declaração de Desistência de Categoria (C, D ou E) – também na versão original.

Formulários preenchidos no posto de atendimento

  • Declaração de Perda/Extravio.
  • Planilha RENACH.

Como cancelar o agendamento caso seja necessário?

Se por acaso você teve algum problema e ficará impossibilitado de comparecer ao Poupatempo no dia e horário agendados, você deve fazer o cancelamento do atendimento até uma hora antes dele acontecer.

Isso porque existe um limite de ausências, e se ele for excedido, o seu cadastro sofre restrições e você fica impossibilitado (a) de fazer novos agendamentos.

Para fazer o cancelamento de um agendamento, é só seguir os passos abaixo:

1 Entre no site do Poupatempo e acesse com os seus dados de login.

2 Na lateral da homepage, clique em ‘Meus Agendamentos’.

3 Você será redirecionado para uma aba com as informações do seu agendamento.

4 Em seguida, localize o agendamento que deseja cancelar e clique no ícone representado por uma lixeira.

5 No pop-up que será aberto, confirme o cancelamento clicando em ‘ok’.

Prontinho! Seguindo esses passos você pode terá cancelado seu agendamento. É super simples e rápido.

* Nota: este não é o site oficial do Poupatempo e não possui vínculos com o site oficial do órgão

Agendamento para adição de categoria de CNH em SP
5 (100%) 1 voto

Como saber o órgão emissor do RG

Este artigo explica como identificar o órgão emissor RG; consulte também as siglas das UF brasileiras e veja todas as siglas de órgão expedidor no Brasil


Órgão Emissor RG

Para preencher formulários de consultas médicas, oportunidades de emprego, concursos, entre outros, em muitos casos é necessário informar diversos documentos e dados pessoais.

Uma das informações que em todos os casos são solicitados é o número e o órgão expedidor do RG.

Mas muitas pessoas não sabem que informação é essa, ou ainda, como conseguir tal informação para poder preencher o formulário.

Por isso, de um modo muito simples vamos te mostrar como saber o órgão expedidor do RG.


O que é órgão emissor do RG

O órgão emissor ou expedidor é basicamente, o órgão responsável pela emissão de documentos para os cidadãos como, por exemplo, a Carteira de Identidade (RG), Passaporte, Cadastro de Pessoa Física (CPF), dentre outros.


O que é UF

Quando você ver a sigla UF no seu RG, saiba que estas letras são a sigla para Unidade Federativa (ou Unidade da Federação). Traduzindo, são as siglas correspondentes aos estados.

As Unidades Federativas são as partes autônomas que compõem a União, que é a República Federativa do Brasil, sendo composta pelos 26 Estados e o Distrito Federal.

Nos casos em que for solicitada a UF para preencher algum tipo de formulário, você deverá a sigla do estado em que a Carteira de Identidade foi emitida.


Siglas dos estados brasileiros

  • Acre (AC)
  • Alagoas (AL)
  • Amazonas (AM)
  • Amapá (AP)
  • Bahia (BA)
  • Ceará (CE)
  • Distrito Federal (DF)
  • Espírito Santo (ES)
  • Goiás (GO)
  • Maranhão (MA)
  • Mato Grosso (MT)
  • Mato Grosso do Sul (MS)
  • Minas Gerais (MG)
  • Pará (PA)
  • Paraíba (PB)
  • Paraná (PR)
  • Pernambuco (PE)
  • Piauí (PI)
  • Rio de Janeiro (RJ)
  • Rio Grande do Norte (RN)
  • Rio Grande do Sul (RS)
  • Rondônia (RO)
  • Roraima (RR)
  • Santa Catarina (SC)
  • São Paulo (SP)
  • Sergipe (SE)
  • Tocantins (TO)

Órgão emissor no RG: onde fica

No seu documento é muito fácil identificar onde está localizado o órgão emissor da Carteira de Identidade.

A informação está registrada na parte da frente, acima da digital e da foto. Na linha superior você irá encontrar o Estado, e logo abaixo estará escrito por extenso qual é o órgão expedidor.

Vamos dar um exemplo, para ficar mais fácil de você entender. Se você fez Carteira de Identidade no Paraná, poderá encontrar por extenso, Secretaria de Estado de Segurança Pública, este é o nome do órgão expedidor, e a inicial que deverá colocar no formulário será SSP/PR.

Se você fez Carteira de Identidade em Santa Catarina, o órgão expedidor será SSP/SC, como mostramos na imagem abaixo.

Órgão Emissor RG

Para preencher corretamente o formulário, não deixe de conferir no seu RG qual é o órgão expedidor.


Órgão expedidor de RG estados brasileiros

Veja as siglas de alguns dos órgãos expedidores de RG no Brasil:

  • SSP/MG – Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais
  • SSP/MA – Secretaria de Segurança Pública do Maranhão
  • SSP/MT – Secretaria de Segurança Pública do Mato Grosso
  • SSP/SC – Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina
  • SSP/SP – Secretaria de Segurança Pública de São Paulo
  • SSP/PR – Secretaria de Segurança Pública (Paraná)
  • SSP/ES – Secretaria de Segurança Pública (Espírito Santo)
  • SSP/DF – Secretaria de Segurança Pública (Distrito Federal)
  • II – Instituto de Identificação Gonçalo Pereira (Mato Grosso do Sul)
  • GOVGO – Governo do Estado de Goiás
  • IIFP – Instituto de Identificação Félix Pacheco (Rio de Janeiro)
  • IGP – Instituto Geral de Perícias (Santa Catarina)
  • IICCECF/RO – Instituto de Identificação Civil e Criminal Engrácia da Costa Francisco de Rondônia
  • SDS – Secretaria de Defesa Social (Pernambuco)

As informações foram úteis para você? Poderia avaliar o post com 5 estrelas ao final do texto? E se você tiver ideias, sugestões ou críticas sobre o post, deixe um comentário no final da página. Dessa forma podemos melhorar a qualidade do artigo.

Como saber o órgão emissor do RG
5 (100%) 1 voto