Como fazer agendamento do RG no Poupatempo

De acordo com dados do governo de São Paulo, o serviço mais requisitado pela população paulista é o agendamento do RG no Poupatempo. Diariamente, milhares de pessoas se dirigem aos postos espalhados pelo estado para fazer o documento.

Como o volume de solicitações é muito grande, é obrigatório reservar uma data com antecedência. Assim você já pode ir com horário marcado e evita pegar grandes filas para ser atendido. Os procedimentos para agendar são bem simples e podem ser feitos pela internet. Acompanhe as nossas orientações e veja o que você precisa fazer.

Como agendar

1ª parte – fazer o cadastro

2ª parte – fazer o agendamento

1. Na página inicial do site do Poupatempo, clique no botão “Agendamento”.

2. Em seguida, digite os seus dados de acesso e clique em “Entrar”.

3. Na página de agendamento, clique em “RG – Carteira de Identidade”.

4. Escolha o agendamento por data ou local.

5. Selecione o posto que você deseja ir.

6. Agora escolha a data.

7. Escolha o horário.

8. Defina o tipo de agendamento: somente para você ou para você e outros dependentes.

9. Agora você deve escolher as seguintes opções: se o RG é 1ª ou 2ª via, se é para brasileiro, naturalizado ou português com título de igualdade.

3ª etapa – pagamento

Agora é o momento de escolher a forma de pagamento da taxa: débito em conta ou boleto bancário. O Poupatempo recomenda pagar a taxa antecipadamente, mas você também pode quitar o valor no dia em que for ao posto. Confira como funciona:

Pagamento por débito

Escolhendo débito, você tem quatro opções de bancos:

  • Banco do Brasil
  • Bradesco
  • Itaú
  • Santander

1. Após selecionar o banco da sua preferência, clique em “Pagar com Débito Online”. Uma nova tela abrirá para você acessar o seu internet banking e realizar o pagamento. Caso isso não aconteça, desabilite o bloqueador de pop-us do seu computador.

2. Feito isso, você verá o seu protocolo confirmando o agendamento do serviço. É necessário levar o número no dia do atendimento. Você pode imprimir o documento na hora, mas se você quiser, pode fazer a impressão mais tarde. O protocolo também é enviado para o seu e-mail.

Pagamento por boleto

1. Se você quiser pagar por boleto, clique em “Imprimir o Boleto Bancário”. Lembre-se de desabilitar o bloqueador de pop-ups do seu computador. Você vai precisar ter um leitor de PDF instalado para abrir o arquivo.

2. Depois de clicar em “Imprimir o Boleto”, a confirmação do agendamento e o seu protocolo serão exibidos na tela.

Realizando esses passos, o seu agendamento será realizado com sucesso. Basta aguardar a data que você marcou para comparecer ao posto escolhido e tirar o RG.

Postos do Poupatempo que fazem o documento

Essa é a relação de unidades que aceitam o agendamento do RG no Poupatempo:

⇒ Americana

⇒ Andradina

⇒ Araçatuba

⇒ Araraquara

⇒ Araras

⇒ Assis

⇒ Avaré

⇒ Barretos

⇒ Bauru

⇒ Bebedouro

⇒ Birigui

⇒ Botucatu

⇒ Bragança Paulista

⇒ Caieiras

⇒ Campinas Centro

⇒ Campinas Shopping

⇒ Caraguatatuba

⇒ Carapicuíba

⇒ Catanduva

⇒ Cidade Ademar

⇒ Cotia

⇒ Diadema

⇒ Dracena

⇒ Fernandópolis

⇒ Franca

⇒ Guaratinguetá

⇒ Guarujá

⇒ Guarulhos

⇒ Indaiatuba

⇒ Itapetininga

⇒ Itapeva

⇒ Itaquaquecetuba

⇒ Itaquera

⇒ Itu

⇒ Jacareí

⇒ Jahu

⇒ Jundiaí

⇒ Lapa

⇒ Limeira

⇒ Lins

⇒ Luz

⇒ Marília

⇒ Mauá

⇒ Mogi das Cruzes

⇒ Mogi Guaçu

⇒ Osasco

⇒ Ourinhos

⇒ Penápolis

⇒ Pindamonhangaba

⇒ Piracicaba

⇒ Praia Grande

⇒ Presidente Prudente

⇒ Registro

⇒ Ribeirão Preto

⇒ Rio Claro

⇒ Santo Amaro

⇒ Santo André

⇒ Santos

⇒ São Bernardo do Campo

⇒ São Carlos

⇒ São João da Boa Vista

⇒ São José do Rio Preto

⇒ São José dos Campos

⇒ 

⇒ Sertãozinho

⇒ Sorocaba

⇒ Suzano

⇒ Taboão da Serra

⇒ Tatuí

⇒ Taubaté

⇒ Tupã

⇒ Votuporanga

Documentos necessários

A emissão da Carteira de Identidade nos postos é dividida da seguinte forma:

  • 1ª e 2ª via para brasileiros maiores de 18 anos.
  • 1ª e 2ª via para brasileiros menores de 18 anos.
  • 1ª e 2ª via para naturalizados maiores de 18 anos.
  • 1ª e 2ª via para brasileiros menores de 18 anos.
  • 1ª e 2ª via para portugueses com título de igualdade.

Para a segunda via, os documentos são os mesmos para as situações de Furto ou Roubo, Mau estado ou documento desatualizado e Perda.

Vale lembrar que menores de 16 anos devem estar acompanhados pelos responsáveis legais.

Brasileiros

1ª via – Maior de 18 anos

Certidão de Nascimento – original e cópia simples OU cópia autenticada e cópia autenticada e cópia simples.

Certidão de Casamento (se tiver) – original e cópia simples.

1ª via – Menor de 18 anos

  • Próprio cidadão

⇒ Certidão de Nascimento – original e cópia simples OU cópia autenticada e cópia autenticada e cópia simples.

⇒ Certidão de Casamento (se tiver) – original e cópia simples.

  • Responsável legal

⇒ Documento de identificação – original OU cópia (simples ou autenticada). Nos postos móveis é necessário apresentar original ou cópia autenticada E cópia simples.

⇒ Termo de Guarda ou Tutela – original e cópia simples.

⇒ Autorização – original (pode ser obtida no Poupatempo).

2ª via – Maior de 18 anos

Os documentos são os mesmos para casos de perda, furto ou roubo, mau estado de conservação ou documento desatualizado.

⇒ Certidão de Nascimento – original e cópia simples OU cópia autenticada e cópia autenticada e cópia simples.

a) Obrigatória para solteiros;

b) Homens casados ou viúvos sem alteração de sobrenome: Certidão de Nascimento ou Casamento;

c) Nascidos no exterior, apresentar a Certidão transcrita no 1° Cartório de Registro Civil do município onde residia à época da transcrição;

d) Não é aceita a impressão em papel da Certidão emitida por meio eletrônico;

e) Se o último RG foi emitido a partir de 01/07/1987 e se não houver alteração de dados, não é necessário apresentar a certidão;

f) As cópias simples ficarão retidas.

⇒ Certidão de Casamento – original e cópia simples (caso não tenha a original pode ser substituída por uma cópia autenticada).

a) Obrigatória para mulheres casadas ou viúvas: com as devidas averbações;

b) Obrigatória para mulheres separadas legalmente ou divorciadas: com as devidas averbações;

c) Obrigatória para homens casados ou viúvos, com alteração de sobrenome: com as devidas averbações;

d) Obrigatória para homens legalmente separados ou divorciados, com alteração de sobrenome: com as devidas averbações;

e) Homens casados e viúvos sem alteração de sobrenome: Certidão de Casamento ou Nascimento: com as devidas averbações;

f) Casados no exterior: se legalizaram o casamento, apresentar transcrita no 1º Cartório de Registro Civil do município onde residiam à época da transcrição;

g) Não é aceita a impressão em papel da Certidão emitida por meio eletrônico;

h) Se o último RG foi emitido a partir de 01/07/1987 e se não houver alteração de dados, não é necessário apresentar a certidão;

i) As cópias (simples ou autenticada) ficarão retidas.

⇒ CPF – original

a) Informar obrigatoriamente o número para pagamento da taxa. Em caso de menor de idade que não possua CPF, o número do CPF do acompanhante deve ser informado para o pagamento da taxa;

b) Se desejar o número no RG: apresentar o CPF original. Pode ser substituído por: Declaração, Extrato ou Impresso emitido pela Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br), desde que não contenha a informação “CPF cancelado”;

c) Se a numeração já constar na via anterior do RG, não é necessária a apresentação do documento, desde que o RG já possua dígito no número.

⇒ Comprovante de pagamento original ou impresso da internet

⇒ RG original e cópia simples

a) Se ainda o possuir;

b) Opcional, mas deve ser apresentado para auxiliar na liberação.

⇒ Cartão do Cidadão original (pode ser substituído por Cartão do PIS ou Pasep)

a) Se desejar o número no RG;

b) Se a numeração já constar na via anterior do RG (válido somente para RG que já possua dígito no número), não é necessária a apresentação do documento.

⇒ Comprovante de tipagem sanguínea – original e cópia simples. Para casos em que o cidadão queira inserir a informação sobre tipagem sanguínea no RG (tipo sanguíneo e fator RH)

São aceitos:

a) Carteira de Doador de Sangue (emitida por órgão oficial e com numeração, para eventual consulta ao órgão emissor);

b) Laudo ou Exame laboratorial (datado de, no máximo, 10 anos e  assinado por médico, biomédico, farmacêutico ou qualquer outro responsável pela elaboração do laudo, com seu respectivo número de registro no conselho);

c) Identidade Funcional de: policial civil e militar estadual, policial federal e integrante das forças armadas;

d) Identidade do Conselho Regional de Medicina (CRM);

e) Identidade do Conselho Regional de Enfermagem (COREN).

Observações:

a) A cópia ficará retida.

2ª via – Menor de 18 anos

  • Próprio cidadão

⇒ Certidão de Nascimento – original e cópia simples OU cópia autenticada e cópia autenticada e cópia simples.

⇒ Certidão de Casamento (se tiver) – original e cópia simples.

⇒ CPF  – original

⇒ RG cópia simples (caso possua)

⇒ Cartão do Cidadão original, se desejar o número no RG (pode ser substituído por Cartão do PIS ou Pasep)

⇒ Comprovante de tipagem sanguínea – original e cópia simples. Para casos em que o cidadão queira inserir a informação sobre tipagem sanguínea no RG (tipo sanguíneo e fator RH)

⇒ Comprovante de pagamento original ou impresso da internet

  • Responsável legal

⇒ Documento de identificação – original OU cópia (simples ou autenticada). Nos postos móveis é necessário apresentar original ou cópia autenticada E cópia simples.

⇒ Termo de Guarda ou Tutela – original e cópia simples.

⇒ Autorização – original (pode ser obtida no Poupatempo).

Brasileiros Naturalizados

2ª via para maior de 18 anos

⇒ Certificado de Naturalização – original e cópia simples (pode ser substituído pela cópia autenticada e uma cópia simples).

Observações:

a) Contendo o número da Portaria Ministerial;

b) Obrigatório para solteiros;

c) Obrigatório para casados, separados legalmente ou divorciados com alteração de sobrenome: apostilado na Justiça Federal;

d) As cópias simples ficarão retidas.

⇒ CPF  – original

⇒ RG cópia simples (caso possua)

⇒ Cartão do Cidadão original, se desejar o número no RG (pode ser substituído por Cartão do PIS ou Pasep)

⇒ Comprovante de tipagem sanguínea – original e cópia simples. Para casos em que o cidadão queira inserir a informação sobre tipagem sanguínea no RG (tipo sanguíneo e fator RH)

⇒ Comprovante de pagamento original ou impresso da internet

2ª via para menor de 18 anos

  • Próprio Cidadão

⇒ Certificado Provisório de Naturalização – original e cópia simples (pode ser substituído pela cópia autenticada e uma cópia simples).

Observações:

a) Contendo o número da Portaria Ministerial;

b) Obrigatório para solteiros;

c) Obrigatório para casados, separados legalmente ou divorciados com alteração de sobrenome: apostilado na Justiça Federal;

d) As cópias simples ficarão retidas.

⇒ CPF  – original

⇒ RG cópia simples (caso possua)

⇒ Cartão do Cidadão original, se desejar o número no RG (pode ser substituído por Cartão do PIS ou Pasep)

⇒ Comprovante de tipagem sanguínea – original e cópia simples. Para casos em que o cidadão queira inserir a informação sobre tipagem sanguínea no RG (tipo sanguíneo e fator RH)

⇒ Comprovante de pagamento original ou impresso da internet

  • Responsável legal

⇒ Documento de identificação – original OU cópia simples (simples ou autenticada).

⇒ Termo de Guarda ou Tutela – original E cópia simples.

⇒ Autorização – original (pode ser obtida no Poupatempo).

Portugueses com Título de Igualdade

Para solicitar a segunda via Carteira de Identidade do Brasil, é necessário que o português tenha pelo menos 18 anos e apresente os documentos a seguir:

⇒ Título de Igualdade de Direitos e Deveres – original e cópia simples.

Pode ser substituído por: Certificado de Igualdade e de Outorga do Gozo de Direitos Políticos – original e cópia simples ou cópia autenticada e cópia simples; ou ainda, cópia da publicação no diário oficial da União da Portaria do Certificado de Igualdade de Direitos e Obrigações Civis, ou do Certificado de Igualdade de Direitos e Obrigações Civis com o Gozo dos Direitos.

Observações:

a) Contendo o número da Portaria Ministerial;

b) Obrigatório para solteiros;

c) Obrigatório para casados, separados legalmente ou divorciados com alteração de sobrenome: apostilado na Justiça Federal;

d) As cópias simples ficarão retidas.

⇒ CPF  – original

⇒ RG cópia simples (caso possua)

⇒ Cartão do Cidadão original, se desejar o número no RG (pode ser substituído por Cartão do PIS ou Pasep)

⇒ Comprovante de tipagem sanguínea – original e cópia simples. Para casos em que o cidadão queira inserir a informação sobre tipagem sanguínea no RG (tipo sanguíneo e fator RH)

⇒ Comprovante de pagamento original ou impresso da internet

Taxa

Veja o valor atualizado da taxa para fazer o RG no Poupatempo aqui. Vale lembrar que é necessário levar o comprovante do pagamento para ser entregue no dia do atendimento.

Quem deixou para pagar depois, pode quitar a taxa no próprio posto com dinheiro cartão de débito de qualquer banco.

Isenção da taxa

A isenção da taxa para a 2ª via do RG é permitida para:

1. Cidadãos que se declararem pobres nos termos da lei 7115/83.

2. Homens acima de 65 anos.

3. Mulheres acima de 60 anos.

4. Desempregados há mais de 3 meses: é preciso apresentar Carteira de Trabalho e Previdência Social com registros atualizados.

5. Quando há erro na digitação do RG, desde que seja constatado no prazo de 90 dias.

Regras para fotos 3×4

A foto 3×4 que é destinada para o RG é registrada no próprio Poupatempo. Veja como funcionam as regras:

a) Evitar usar roupas brancas ou muito claras.

b) Acessórios de cabeça: seu uso é permitido se não impedir a visualização do rosto e dos cabelos.

c) Óculos escuros:  seu uso é permitido somente para deficientes visuais, que devem apresentar Laudo Médico original ou cópia simples.

d) Véu, boina, touca, lenço na cabeça ou turbante: seu uso é permitido somente por motivo de tratamento médico ou de religião. Neste caso, é necessário apresentar Comprovante da Entidade Religiosa original ou cópia simples.

Prazo para ficar pronto

São até 10 dias úteis para a primeira via e 5 dias úteis para a segunda via. Para receber pelos Correios, o prazo aumenta em até 5 dias úteis.

Onde retirar

Você pode retirar no próprio posto ou receber pelos Correios. A entrega postal não é feita para a primeira via de maiores de 18 anos e primeira via de naturalizados.

O que você precisa saber

Se o seu documento for emitido com algum erro de digitação, é possível fazer a correção em até 90 dias (a partir da data de expedição) sem a cobrança de taxa.

Caso você não retire o RG em até 180 dias, ele será destruído.

Essas foram as informações para você aprender a fazer o agendamento do RG do Poupatempo. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E caso tenha alguma dúvida, escreva sua pergunta na seção de comentários.

* Atualizado em 21 de julho de 2017